terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Amarmos uns ao outros

Uma das maiores lições que Jesus nos deu foi a de amarmos um aos outros. Mas nem sempre a fazemos, não é mesmo?
Será que para nos entendermos é necessário arrumar uma intriga? A pessoa que revida um ataque e se sente vitoriosa está muito, mas muito enganada. Na verdade, quem ganha numa discórdia é quem a consegue resolver com a força do amor.
Não há perfeição entre os seres humanos, portanto está errado quem deixa a violência falar mais alto.
Claro que nesta vida as pessoas amáveis são as que vivem melhor. Sei que perdoar quando alguém nos ofende não é fácil, pois sabemos que estamos sendo injustiçados, mas vingança e raiva são armas traiçoeiras e, a qualquer momento, podem voltar-se contra nós mesmos.
No hora da briga, o silêncio é maravilhoso. Ele traz a paz e o amor para os nossos corações.
Perder o controle é um sinal de fraqueza. Siga seu caminho em paz e não caia nas provocações alheias.

Beijos,